Green Building Council exam demo Google exam demo Categoria: Estratégia de publicação
9 agosto

Revista Digital dá dinheiro? Confira opiniões e dicas

magtab dinheiro revistas digitais

Há alguns meses, a MAGTAB realizou uma pesquisa com vários editores de revistas digitais. Entre vários aspectos identificados, um chama muito a atenção daqueles que já têm ou pretendem desenvolver uma publicação digital: como rentabilizar o conteúdo. Perguntas como “revista digital dá dinheiro?” ou “Como cobrar pelo meu conteúdo um valor que o cliente esteja disposto a pagar?” são bens comuns no setor e a opinião de alguns editores pode ajudar na resolução destas dúvidas.

Quais os tipos de publicidade digital você utiliza para rentabilizar a sua revista?

Banner no SITE   54.8%

Publicidade digital dentro da revista        54.8%

Publicidade da ADMAG     32.3% *

Google Adsense        16.1%

Outros       16.1%

* A ADMAG é um serviço de publicidade de rede (adnetwork) focado exclusivamente no formato de revista digital em aplicativos.

Para os editores, a mudança para o ambiente digital permitiu uma redução significativa nos custos de produção. “Atuamos na área de comunicação há 20 anos, nos últimos dois anos quase abandonamos as publicações impressas. Hoje, o público busca notícias rápidas e quentes”, afirma um editor de revista digital que respondeu a pesquisa anonimamente.

FORMAS DE RENTABILIZAR SUA PUBLICAÇÃO

magtab rentabilizar revistas digitais

Pacote de formas de rentabilizar sua publicação pode garantir a sustentabilidade de seu produto

Caso você esteja iniciando sua publicação no meio digital ou deseja ampliar seu portfólio de receitas advindas da internet, abaixo colocamos algumas formas tradicionais e inovadoras de capitalizar seu conteúdo.

Dividimos os canais de receita em advindas de anunciantes e advindas do leitor.

5 canais de receita advindas de anunciantes

  • Anúncios fixos
  • Anúncios temporários
  • Classificados
  • Webinars patrocinados
  • Eventos de lançamento de edições

4 canais de receita advindas do leitor:

  • Clube de benefícios
  • Cursos online e offline
  • Evento para leitor
  • Ebooks para nichos de leitores

Dicas de storytelling pode ajudar você a fazer bombar seus artigos. Clique e dê uma olhada. 

Com essas ideias na cabeça, é necessário montar um planejamento mais amplo de ativação dos canais de receita. Para isso, normalmente são executados os seguintes processos:

Plano de conteúdo:

Antes de começar a publicar, reúna todos os integrantes de sua equipe e faça um grande brainstorming de temas possíveis de publicação. Siga a regra básica do brainstorming de “não criticar, nem elogiar” qualquer ideia, permitindo que todos possam contribuir. De posse desta nuvem de temas, um grupo menor vai refinar os assuntos e criar uma hierarquia de publicação com base em 3 pilares: apelo de público, ineditismo e potencial de compartilhamento.

Plano de Audiência:

Você deve garantir que todos os seus produtos e plataformas estão focados em atrair a melhor audiência. Aqui, além de uma pesquisa de público leitor, é essencial entender como este público tem procurado seus interesses na internet. Ou seja, uma lista de palavras-chave, entender as sazonalidades de busca e o perfil de consumo estão incluídos neste plano de audiência.

Plano de receita:

Se você esta vendendo patrocínios, assinaturas ou compras individuais é importante que use preços e combos para aumentar a renda e diminuir os custos com venda. No seu plano de receita, você vai identificar novos produtos mais rentáveis, ajudando a capitalizar produtos existentes.

Plano de organização:

Definir perfil dos profissionais, tempo dedicado à sua publicação e ferramentas necessárias é o primeiro passo. Com os recursos definidos, caminhe na elaboração de um cronograma semanal ou mensal que englobe todas as atividades e fique claro para todos os envolvidos.

Plano de métricas:

Muitos anunciantes tem rumado para os anúncios no ambiente digital pela grande capacidade de rastrear o valor investido em mídia. Assim, antes de começar suas publicações, planeje como será a medição dos resultados alcançados. Hoje existem várias ferramentas gratuitas e pagas que ajudam os editores a monitorar aquilo que mais gerou interação e consequentemente, capacidade de veiculação de anúncios.

Na MAGTAB, além dos relatórios que a plataforma oferece, você pode integrar sua revista com o Google Analytics. Veja como na nossa página de ajuda: https://ajuda.magtab.com/Relatórios_pelo_Google_Analytics

Com estas orientações, a chance de fazer da sua publicação digital um gerador de receita vai aumentar bastante.

Comentários desativados em Revista Digital dá dinheiro? Confira opiniões e dicas

5 julho

7 passos para ter sua própria revista digital

Pessoas produzem histórias todos os dias e reunir as melhores sempre foi o segredo das grandes publicações. Hoje, com a praticidade das ferramentas digitais e da troca de conteúdo está mais fácil compilar e contar histórias, e com um pouco de planejamento é possível produzir um título viável comercialmente e interessante editorialmente.

Neste post, vamos apresentar 7 passos de como fazer uma revista digital e levar seu assunto para o maior número de pessoas. Essas dicas são resultado de nossa experiência de mais de 5 anos na publicação de revistas e já traz os macetes do que funciona e o que não funciona no mercado de digital publishing.

1 – Defina o objetivo de sua revista

Pode parecer óbvio mas responder a esta pergunta abaixo facilita todo o processo de planejamento da publicação e corrige desvios de rota à medida que o projeto avança:

Qual o objetivo da minha revista?

O objetivo precisa ser claramente expresso e de fácil compreensão para os outros. Procure ir além do objetivo básico de informar. Vislumbre como o uso da informação publicada será utilizada pelas pessoas. Exemplos: Fomentar o mercado, Educar o público, Defender a causa.

2 – Quem é seu público?

Por mais entendido no assunto que você seja é essencial fazer entrevistas com quem você imagina ser seu público-alvo. Não fique apenas na estratificação de grupo (Homens, classe AB, 30-45 anos…). Saber gostos, hábitos de compra e detalhar seu público é essencial para o sucesso da empreitada.

3 – Formas de captação de receitas

Existem algumas formas de captação de receitas para uma revista digital. Os tradicionais anúncios de página são os que ainda viabilizam grande parte das publicações. No entanto, considere a possibilidade de assinaturas online. O que tem sido comum em alguns títulos é oferecer algumas páginas ou edições de forma gratuita para atrair o público e então cobrar pelo conteúdo completo. Considere também partilhar seu conteúdo em blogs e ganhar receita por meio do Google AdSense e, caso sua revista tenha uma função social, avalie ações de crowdfunding.

4 – Distribuição

Antes de sair produzindo texto e artes, vale pensar nas formas de distribuição da sua publicação. Além da ferramenta onde estará embarcada – que normalmente tem suas newstands como o nosso Play Revistas (http://playrevistas.com/) – é estratégico que sua revista tenha seu próprio site, um blog para atualizações e redes sociais para compartilhamento de conteúdo. E em todas as ações de divulgação de sua revista pense em formas de formar uma base de e-mails. Assim, não irá depender de mídia e irá diretamente para a caixa de email de seu público.

5 – Design

Aqui são duas dicas simples: bom gosto e experiência. Produzir uma revista requer ambas qualidades e tente não negligenciar nenhuma. Ter um designer com trabalhos de qualidade e reconhecido bom gosto vai lhe garantir surpresas positivas a cada edição e a experiência vai lhe poupar dores de cabeça com encaixe de conteúdo.

6 – Conteúdo

Vamos começar pelo mais importante: boas histórias! Liste uma série de pautas incríveis e que provavelmente irão gerar repercussão. Depois de listar algumas dezenas de histórias (sim, aqui é hora de fazer o brainstorming e soltar a imaginação) faça uma hierarquia de temas de capa, secundários e de menor relevância. Agora se debruce sobre os temas da primeira edição e veja quais as possibilidades de desdobramento de conteúdo. Vídeos, infográficos, animações, áudios? Lembre-se que a capacidade de engajamento de seu público será diretamente proporcional à quantidade (e qualidade) de seus desdobramentos.

7 – Mãos à obra

Com seu planejamento definido e seu conteúdo mapeado, basta colocar sua equipe em ação.

Não esqueça de rechear seus textos com palavras-chave do seu setor (uma passadinha na ferramenta de palavras-chave do Google Adwords é essencial) para indexar seu conteúdo nas ferramentas de busca. E coloque uma atenção no processo final de revisão. Pequenos erros podem gerar um grande dano ao seu trabalho.

Boas publicações!

Comentários desativados em 7 passos para ter sua própria revista digital

19 agosto

Aplicativo sugerido no Facebook = aumento de download.

O Facebook é a rede social mais acessada por Brasileiros, uma plataforma poderosa para se atingir novos leitores e dar um bom impulso no aumento de downloads de sua Revista.

Aumentar a sua distribuição no ambiente digital será decisivo para o sucesso do seu aplicativo.

A revista The São Paulo Times recentemente utilizou do recurso do Facebook (aplicativo sugerido), para aumentar a sua base de aplicativos instalados por um período de três dias e teve uma resposta positiva de mais de 100 aplicativos instalados e mais de 300 edições baixadas.

instalar agora

Veja o que diz o Editor da experiência e da estratégia de promover a revista no digital:

“Vivemos um momento de transição entre o modelo de negócio analógico para o digital, onde vários dos segmentos que migraram ainda estão se consolidando no meio. Muitas editoras ainda resistem a ir para o meio digital com um medo de não obter o sucesso que teve no papel ou não ser algo rentável. 

Eu criei uma marca nova, recente, com grandes parcerias e em menos de um ano estamos no mercado competindo com vários outros títulos, a concorrência é grande então não basta ser apenas mais um título no mercado.

Tem que ter estratégia.

Quando iniciei, comecei com a cabeça no papel e também um site para complementar e divulgar a marca. Mas como sempre quero andar com a tecnologia resolvi montar uma versão digital também. Versão que fui estudando com o passar do tempo. Resolvi cair de cabeça na versão digital (que pra mim no começo era a que nunca daria lucro) e ver formas de rentabilizar o produto.

Como fazer então para rentabilizar a sua revista digital e alcançar o maior número de leitores?

Investir em mídia no Facebook, e ganhar dinheiro com os encartes da ADMAG.
(Leitores X MídiaNoFacebook) < (valores pago pela AdMag)

Os leitores que baixaram a revista na campanha de mídia vão ter o seu APP instalado, e receberão “PUSH” de novas edições.

Bruno Barbosa – The São Paulo Times”

A estratégia utilizada pelo Bruno aumenta a base instalada do APP da Revista em consequência gera o aumento no número de download das edições já publicadas e também para as edições futuras.

Siga o passo a passo para que você, Editor, também possa se beneficiar de mais este método de divulgação.

Acesse o link abaixo e siga as instruções.

https://www.facebook.com/business

 

 

 

 

 

 

 
 
1. clique em “crie um anúncio”
Você criará um anúncio para incentivar as pessoas a instalar seu aplicativo móvel.
 
2. selecione “instalações do aplicativo”
Esta ação (anúncio) deverá ser feita duas vezes, uma para divulgar seu app da loja da Apple (para ipads) e outra para o da Google Play (tablets Android). Copie e cole a URL (link para baixar o aplicativo) de cada loja (Apple ou Google).
 
*Você encontra estes links dentro da plataforma da Magtab:
> logado, escolha o título e vá em “editar app”, o link aparecerá logo no começo da página > clique no link e selecione a loja através dos ícones no canto esquerdo (iOS ou Android) > copie o endereço que aparece no navegador
 
3. Escolha da imagem
Escolha uma ou mais imagens que aparecerão em seu anúncio. Procure utilizar as capas mais bonitas e chamativas. Matérias interessantes com fotos atraentes também são uma boa pedida, entretanto lembre que o anúncio possui um formato reduzido, então valorize mais fotos e imagens, pois os textos da imagem dificilmente serão legíveis.
 
4. Escolha o nome e o texto que aparecerá em seu anúncio.
Informe às pessoas um pouco mais sobre seu aplicativo. Certifique-se de expressar com clareza o que você está promovendo. Seja criativo!
 
* Os itens 3. e 4. são os mais importantes em matéria de engajamento, pois eles representarão a “cara” do seu anúncio e também será através deles que o usuário saberá da existência de seu título, despertando, ou não, interesse em baixar o app de sua Revista.
 
5. Escolha o público
A plataforma provavelmente já estará selecionada de acordo com o link que foi adicionado. Preencha informações de local, caso queira geo-referenciar seu anúncio, idade, interesses, comportamento etc.
O próprio Facebook lhe oferece dicas. O preenchimento destes dados é bastante simples e intuitivo. 
 
6. Conta e Campanha
Selecione o valor que será investido e o tempo da campanha.
Inicialmente, cerca de R$100,00, distribuídos ao longo de três ou cinco dias já deve gerar uma mudança no seu número de downloads. O investimento não é muito, porém é bastante importante para a divulgação do seu título. Aumentar a abrangência é de suma importância.
 
7. Lances e definição de preço
O próprio Facebook já seleciona esta opção. Do investimento feito (escolhido anteriormente) só serão descontados valores cada vez que o anúncio for efetivamente exibido (entregue) a alguém.
 
8. clique em “enviar pedido”
 
9. Preencha os dados do cartão de crédito e aguarde a confirmação
Assim que confirmado, seu anúncio está pronto e começará a ser entregue conforme suas configurações.
 

É provável que o resultado seja variável. A visualização do anúncio também dependerá do apelo visual, dia da semana, horário e segmento de cada título. Nossa sugestão é que um investimento mensal seja promovido e que as estratégias de cada um se adaptem conforme a experiência das entregas anteriores. Você poderá mudar o texto e as imagens a cada compra, mantendo as ações que funcionaram e descartando as que não trouxeram resultado.


20 dezembro

Cliente amigo,

agradecemos sua amizade, sua colaboração e confiança dedicada durante esse ano que está terminando.

Que este seja um momento de luz e harmonia e que no próximo ano possamos juntos compartilhar suas conquistas.

Desejamos um Feliz Natal e que 2014 seja um ano repleto de realizações.

Um forte abraço,

Equipe Magtab

29 agosto

Erros mais comuns na seleção das palavras chave para App Store

As palavras chaves no iTunes connect são uma grande oportunidade para os aplicativos. Os 100 caracteres, em realidade, podem implicar a diferença entre um aplicativo bem sucedido, tendo centenas de downloads, e outro sem tráfego. As palavras chave, dentro do iTunes, são a melhor forma de marketing que você conseguirá fazer dentro da AppStore.

Portanto, evite cometer estes erros:

Não usar todos os 100 caracteres. Não há razão para você deixar de maximizar a visibilidade do seu aplicativo não colocando todos os termos que estejam relatados ao seu título. Certifique-se que você preencheu todo o espaço com palavras-chave relevantes ao seu título.

Incluir o nome do seu aplicativo ou empresa nas palavras chave. Na App Store o nome do seu aplicativo, combinado com o nome da sua empresa (detentor da conta da Apple) entram no algoritmo de busca, portanto, incluí-los novamente nas palavras chave é redundante.

Usar formatação incorreta. Um erro muito comum é a utilização de espaço entre as palavras chave.  Ex correto: Moda,beleza,maquiagem,dicas e não: Moda, Beleza, Maquiagem, Dicas

Use somente a vírgula para separar os termos.

Procure pensar como seu leitor pode procurar sua Revista.

Obviamente, o nome é seu maior ativo e provavelmente irá gerar o maior tráfego. Mas por que não utilizar deste recurso e ampliar a visibilidade?

Após ter seu aplicativo publicado, realize a busca utilizando as palavras escolhidas e verifique qual a classificação do app na loja e,  se sua posição não estiver boa, mude as palavras.

Mas lembre que essa atualização só será implementada na próxima atualização do app.

Equipe MAGTAB


8 novembro

Mídia Kit: Marketing Editor

Agora no nosso app ‘Revisteiro’ você encontrara o Mídia Kit: Marketing Editor MAGTAB.

O nosso Mídia Kit foi feito com o Editor em mente. Pois nós nos importamos com o sucesso das revistas que fazem parte da nossa rede de afiliados.

Baixe já o nosso Mídia Kit no app ‘Revisteiro’ e veja como contar com a MAGTAB para o seu sucesso no tablet.


10 outubro

Interatividades Usando HTML5

Além das interatividades mais comuns como vídeo, áudio, galeria de imagens e links, oferecemos também uma opção de interatividade avançada e completa através do HTML5, o qual você pode usar para confeccionar qualquer tipo de interação com o usuário.

O HTML é uma linguagem de marcação usada para criar sites e aplicativos Web. O HTML em conjunto com a linguagem de programação Java Script e a linguagem de estilo CSS, você consegue montar qualquer tipo de interação. As possibilidades são enormes, entretanto há a necessidade de ter um conhecimento específico para a criação desse material.

Nós fornecemos diversos exemplos, e vamos constantemente inserir mais materiais, para que você, com pouco esforço, consiga criar diversas interações diferentes, como: animações com Texto e imagens, jogos simples, tocar vídeos do YouTube, entre outros. Você pode conferir todos os exemplos, além das especificações para produzir as interatividades em HTML5 na nossa página de ajuda: http://ajuda.magtab.com/Especificações_HTML

Se tiver sugestões de exemplo ou dificuldades ao criar algo específico, entre em contato que faremos o possível para ajudar!

Exemplos de interatividade HTML5:

  • Capa animada
  • Enquetes
  • Foto box
  • Texto in box
  • etc.

Use as interatividades com cuidado, não extrapole. A qualidade é mais importante que a quantidade.


20 agosto

Propmark: Aner valoriza quem lê revista

O Propmark divulgou a nova campanha publicitária da Aner (Associação Nacional de Editores de Revistas) que reforça as vantagens que pessoas têm ao ler revistas. Os leitores de revistas desenvolvem uma opinião mais profunda e embasada sobre os diversos temas do cotidiano e da vida. E por isso a MAGTAB publica revistas para o tablet. Siga o link e confira o artigo.

http://propmark.uol.com.br/midia/41307:aner-valoriza-quem-le-revista


21 junho

Usuários de tablets tendem a navegar horizontalmente

Ao criarmos nossa ferramenta de publicação nós já sabíamos que os usuários de tablets instintivamente navegam pelo conteúdo na horizontal. Mas agora podemos afirmar isso, pois finalmente foi feita uma pesquisa que comprova esta preferência. O Instituto Poynter, uma das mais respeitadas escolas de Jornalismo do mundo, realizou uma pesquisa com 100 usuários de tablets: entregaram o dispositivo a eles no modo paisagem (horizontal) ou retrato (vertical) e observaram as reações.

93% daqueles que receberam o tablet no modo paisagem deslizaram o dedo na horizontal para navegar pelo conteúdo, enquanto entre aqueles que receberam no modo retrato o número foi de 82%.

Enquanto algumas ferramentas de editoração digital investem em recursos com navegação vertical  e  as grandes editoras brasileiras utilizam justamente este modelo, podemos afirmar que a navegação vertical não é ideal para a experiência do leitor. O resultado da pesquisa é uma ótima notícia para os editores, que podem lançar as versões digitais de suas publicações como réplicas do material original (PDF), com a segurança de estarem dispondo ao leitor um material agradável e de utilização intuitiva.


8 maio

Dicas de Marketing para App Store e Android Market

As lojas de aplicativos são uma fonte gigantesca de acessos. É um imenso diferencial ter seu conteúdo disponível nessas lojas, mas também pode ser muito difícil ter visibilidade no que é hoje um mar de aplicativos.

Nessas lojas existem ranks (listas de posições) de downloads para diversas categorias, quanto mais bem posicionado o aplicativo está, mais auto-promoção ele terá e mais subirá no rank. É um movimento orgânico e que depende muito dos leitores.

Algumas dicas simples podem tirar sua revista da escuridão e deixá-la melhor posicionada no rank e portanto acessível a uma nova enxurrada de acessos.

 

Título

É muito importante que o título do aplicativo seja bastante claro e que faça uso de palavras simples que as pessoas buscam ocasionalmente. Ou você faz uso de termos comuns ou precisa ter uma marca muito conhecida. Nem sempre temos o budget necessário pra fazer uma marca forte o suficiente, então aposte na busca de palavras.

Por exemplo, uma revista que fala de moda e tem um nome incomum, como “Top On”, atrairia muito mais downloads se o título do App fosse “Revista Top On Moda e Estilo” ao invés de somente “Top On”.

 

Ícone

Onde Mudar: Clique no botão “Editar Título” da sua tela inicial.

O ícone é o primeiro contato do leitor com a sua revista. É onde os olhos se fixam primeiro e é o principal fator de diferenciação quando seu App está listado juntamente com outros. Ter um bom ícone faz o leitor escolher o seu App no lugar de pelo menos outros 10 que aparecerão próximo ao seu.

Um bom ícone deve ser apelativo, ter cores que o diferencie dos outros e se possível mostrar de forma lúdica ou metafórica o assunto da sua revista. Veja como referência os ícones no início do texto. Todos são relativamente simples, mas têm uma história para contar, criam curiosidade.

Usar a marca da revista nem sempre é a melhor opção, depende de quão conhecida sua marca é.

Evite texto dentro do ícone. Tanto o texto quanto o ícone são abstrações de uma informação, mas são abstrações diferentes e sobrepostos um atrapalha o outro. Sem contar que o texto em tamanhos muito pequenos fica ilegível.

Crie o ícone em 512×512 pixels, mas lembre-se que ele irá aparecer na tela em até 57×57 px (iPhones e iPods).

Referências interessantes sobre como produzir um bom ícone (em Inglês):

(http://www.pixelresort.com/blog/iphone-app-icon-design-best-practises/)

(http://photoshopcs6tutorials.net/30-ios-app-icon-designs-for-iphone-ipad)

Descrição

Onde Mudar: Também nas Configurações do Aplicativo.

O texto descritivo é fundamental na escolha do leitor em baixar ou não o App. Quando o texto é bem redigido e minucioso o leitor se sente mais confortável em baixar o conteúdo. Conte na descrição sobre o que sua revista aborda, os diferenciais, e até um pouco da história dela. Não foque em detalhes das edições, porque essa descrição não será atualizada continuamente, busque assuntos mais abrangentes.

Junto a descrição existem as Tags, que nada mais são do que palavras-chave que apontem à sua revista. Use termos comuns e sucetíveis a buscas. O espaço é pequeno, use-o bem.

 

Valor

Onde Mudar: Na primeira tela de configuração da edição tem um checkbox que indica a venda da edição, acionando ele você poderá escolher o valor a ser vendido. Os valores começam em $0.99 e sobem de 1 em 1 dólar. Ex. $0.99, $1.99, $2.99, etc.

A terceira ferramenta para um bom posicionamento nas lojas de aplicativo é o preço que você vende seu conteúdo. No caso das revistas publicadas pela Magtab, o App é sempre gratuito e o que você pode vender são as edições dentro do modelo “In-App-Purchase” – venda dentro do app. Disponibilizar o App gratuitamente já é um bom alavancador de posições, mas fique ciente que o modelo de venda de conteúdo nesse novo mercado é vender a um valor baixo e em maior quantidade, então pondere manter o valor das edições no menor valor possível. O leitor digital não é acostumado a pagar por conteúdo, ainda mais quando não é fidelizado a revista. Pense que ao disponibilizar o seu aplicativo você estará mirando em novos leitores que ainda não conhecem a sua publicação, assim é imperativo que você disponibilize pelo menos as primeiras edições gratuitamente. Caso você realmente queira vender depois disso, esteja ciente de que o número de downloads cairá para menos da metade. Ainda assim você pode ter resultado com o valor de $0.99 ou $1.99. Acima disso o volume de vendas cairá mais ainda, tornando-se praticamente irrisório.

(Caso você deseje se informar sobre como rentabilizar seu aplicativo sem vender as edições, entre em contato com o seu Client Care da MAGTAB que nós lhe daremos orientações neste sentido.)

Marketing Externo

O volume de downloads orgânico das lojas costuma ser significativo, mas se você já possui uma “rede” de Marketing faça tudo o que for possível para divulgar seu novo App. Divulgue em redes sociais, adicione links no seu site e anuncie na sua própria revista.

Nosso maior interesse na Magtab é ver nossos clientes terem sucesso nessa nova mídia, quanto mais pessoas lerem maior nossa satisfação. Portanto disponibilizamos também um outra ferramenta de Marketing, agora todos os títulos publicados com a Magtab tem uma página exclusiva com todos os links importantes para o leitor. Além disso, nessa página, clientes Premium terão uma banca on-line com todas as edições disponíveis para leitura alí mesmo, no navegador, através da nossa nova plataforma de leitura em HTML5. Este link pode ser encontrado na base da página de Edição de Título.

Se for criar um link do seu app no seu site ou blog, siga o guia da Apple e do Android para um melhor resultado: (http://developer.apple.com/appstore/AppStoreMarketingGuidelines.pdf)

(http://www.android.com/branding.html).

 

Agora é só colocar em prática todas as dicas para se beneficiar ao máximo desta nova plataforma 😉